RÁDIO ON LINE

Parceiros ou Seguidores, na Verdade AMIGOS

MARCADORES POR GRUPOS DE MENSAGENS

ON LINE

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

ESTUDO MINISTRADO AOS OBREIROS NA REUNIÃO DE SEGUNDAS-FEIRAS NA NOSSA IGREJA

O FRUTO DO ESPÍRITO (Jo. 15:1-17)
Antes de falarmos sobre cada aspecto do Fruto do Espírito, falaremos sobre o que significa frutificar no Espírito, porque o fruto do Espírito é a expressão do caráter de Cristo, produzido em nós, para que o mundo veja isso e glorifique a Deus.

DIFERENÇAS ENTRE DONS E FRUTO DO ESPÍRITO:
1)                   Na Quantidade: Os dons são nove (1Co. 12:1-11 – vs. 1 Acerca DOS DONS espirituais, não quero, irmãos, que sejais ignorantes), o fruto é um (Gl. 5:22 – mas o fruto do Espírito É...)
2)                   Na Quantidade: São nove os dons (1Co. 12:1-11), o fruto tem nove virtudes (Gl.5:22)
3)                   No Recebimento: Os dons são repartidos (1Co. 12:11), o fruto é produzido (Gl.5:22)
4)                   No Sentido: Os dons vêm de fora para dentro (At. 2:2 - e, de repente, VEIO DO CÉU...), o fruto vem de dentro para fora (Mt. 12:35 - O homem bom tira boas coisas do seu bom tesouro, e o homem mau do mau tesouro tira coisas más)
5)                   Na Manifestação: Os dons são uma manifestação da obra de Deus sobre o crente (At. 2:3 - E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, AS QUAIS POUSARAM SOBRE CADA UM DELES), o fruto é uma manifestação no crente (Gl. 2:20 - ... e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim...)
6)                   Na Duração: Os dons são uma manifestação rápida (1Co. 14:27 - E, se alguém falar língua estranha, faça-se isso por dois ou, quando muito, três, e por sua vez, e haja intérprete), o fruto cresce gradualmente (Tg. 5:7 - Sede, pois, irmãos, pacientes até a vinda do Senhor. EIS QUE O LAVRADOR ESPERA O PRECIOSO FRUTO DA TERRA, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia)
7)                   Na época: Os dons são concedidos após a conversão, porém sem tempo específico, o fruto começa com a conversão (Fp. 1:6 - Pois eu estou certo de que Deus, que começou esse bom trabalho na vida de vocês, vai continuá-lo até que ele esteja completo no Dia de Cristo Jesus)
8)                   Na Direção: Os dons vêm do alto (At. 2:2), o fruto vem do interior, do coração.
9)                   Na Qualidade: Os dons vêm perfeitos (Tg. 1:17 - Toda boa dádiva e todo dom perfeito vêm do alto...), o fruto precisa amadurecer (Ef. 4:11-16)
10)               Na Finalidade: Os dons falam de serviço (1Co. 12:7 - Mas a manifestação do Espírito é dada a cada um para o que for útil), o fruto fala de caráter cristão), o fruto fala de caráter cristão (Mt. 12:33 - Ou dizeis que a árvore é boa e o seu fruto, bom, ou dizeis que a árvore é má e o seu fruto, mau; porque pelo fruto se conhece a árvore).

·                     OS RAMOS QUE NÃO PRODUZEM FRUTO SÃO ARRANCADOS (Jo. 15:2)
O propósito do ramo é produzir frutos
·                     OS RAMOS QUE NÃO PERMANECEM LIGADOS À VIDEIRA SÃO LANÇADOS NO FOGO(Jo. 15:6)
O ramo ao ser arrancado do tronco começa a secar e a morrer, porque o fluxo da seiva é interrompido
·                     OS RAMOS QUE DÃO FRUTOS SÃO PODADOS (Jo.15:2)
Quando acontece a poda há mais fluxo de seiva (PODA = provação / SEIVA = Espírito Santo)
·                     OS RAMOS TEM QUE PERMANECER NA VIDEIRA PARA DAR FRUTOS (Jo. 15:5)
Frutos em quantidade e em qualidade, e a quantidade e qualidade do fruto é proporcional à quantidade de seiva recebida, por isso ninguém pode se vangloriar do fruto, porque apesar do propósito do ramo é frutificar, ele não é o responsável direto e muito menos principal pela frutificação. O volume da produtividade jamais deve ser atribuído ao esforço humano, mas à perseverança de manter-se inteiramente “em Cristo”, de quem vem a seiva, a força, a capacidade espiritual para ser ramo frutífero.
1. Nenhum fruto “Não der frutos”. São os cristãos nominais de muitas expressões religiosas mais nenhum fruto agradável a Deus. Vs 2.
2. Dá fruto. ( Vs 2) São os que dão frutos mais precisam produzir mais frutos ainda.
3. Mais frutos ( Vs 2). São os que fazem várias cousas para o reino de Deus, mais precisam ser  podados para darem mais frutos.
4. Muito fruto ( Vs 5,8). É o estágio de agrado de Deus, este é útil a onde está, e são sempre verdejantes. Estão no ponto para serem usados por Deus. “ Quando damos muito fruto” o Pai é glorificado em nós.
·                     OS RAMOS TEM QUE PERMANECER NA VIDIERA PARA SE CONSERVAREM VIVOS (Jo. 15:6)
Por causa da seiva que circulo pela videira e no interior da vara
“Mas o Fruto do Espírito é: AMOR...
“Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e a caridade, estas três; mas a maior destas é a caridade” (1 Co 13.13)
1Jo. 4:7,8 - Amados, amemo-nos uns aos outros, porque o amor procede de Deus; e todo aquele que ama é nascido de Deus e conhece a Deus. Aquele que não ama não conhece a Deus, pois Deus é amor. (Cl. 3:12-14)
1Co. 13:4-7 – o fruto do Espírito em Gálatas é revelado nestes capítulo, e faremos agora um paralelo com a vida de Cristo aqui na terra:
1)                   Amor: vs. 4 – Não busca o próprio interesse, não é egocêntrico (Jo. 6:38)
2)                   Alegria: vs. 6 - Não se alegra com a injustiça, mas regozija-se com a verdade (Lc. 10:21)
3)                   Paz: vs. 5 – Não se exaspera, nem se irrita, mas é sereno, mesmo nas dificuldades (Jo. 14:27)
4)                   Longanimidade: vs. 3,4 – É paciente, tudo sofre e tudo suporta (Mt. 26:41-45)
5)                   Benignidade e Bondade: vs. 3,4 – É generoso, é bondoso, sacrifical, benigno (Mt. 15:32)
6)                   Fé: vs. 7 – Tudo crê, isto é, nunca desiste, confia em Deus e nos homens (Hb. 3:1,2)
7)                   Mansidão: vs. 4 – É manso, não é egoísta e nem soberbo (Mt. 11:29)
8)                   Temperança: vs. 5 – Não se porta com indecência, indelicadeza, possui domínio próprio (Mt. 27:11-14)

EM CRISTO JESUS, JULIO DORNELES

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário