RÁDIO ON LINE

Parceiros ou Seguidores, na Verdade AMIGOS

MARCADORES POR GRUPOS DE MENSAGENS

ON LINE

quinta-feira, 13 de maio de 2010

A PEDIDOS DE AMIGOS ESTAMOS POSTANDO AQUI A MATÉRIA DO PR. CIRO DO BLOG http://cirozibordi.blogspot.com SE VOCÊ CONCORDA OU NÃO DEIXE SEU COMENTÁRIO, DEUS LHE ABENÇOE

Amargos fãs de Zaqueu, agradeço-lhes por me enviarem por e-mail e anonimamente “elogios” e críticas à análise que eu fiz neste blog acerca da canção “Faz um milagre em mim”. Chamo-lhes de fãs de Zaqueu porque vocês valorizam muito mais o miserável pecador Zaqueu do que o Misericordioso Senhor Jesus Cristo que o salvou!

Desculpem-me da resposta coletiva, mas não tenho tempo para responder a cada um de vocês, além de me recusar a fazer comentários a respeito de alguns impropérios que me foram dirigidos. Talvez vocês não tenham percebido os desvios contidos na aludida composição — o que eu compreendo, pois vocês são fãs, e os fãs costumam não ver os defeitos de seu objeto de idolatria. Por isso, vou relembrar-lhes por que a tal canção é contrária à Palavra de Deus.

Primeiro: o fato de a canção estar sendo cantada por pessoas mundanas com a maior naturalidade não é nada positivo, ao contrário do que vocês pensam. Isso é negativo! Por quê? Porque o mundo perdido tem, por natureza (Ef 2.2,3), aversão às coisas de Deus (1 Co 1.18; 2.14). Somente o Espírito é quem pode convencê-lo de que deve valorizar e receber a salvação. O evangelho não é nada simpático para o perdido pecador.

Segundo: Zaqueu não pode ter subido para chamar a atenção de Jesus. Por quê? Porque a Palavra de Deus diz, claramente, que aquele chefe dos publicanos queria apenas ver quem era Jesus, como se lê em Lucas 19.3: “E procurava ver quem era Jesus”.

Terceiro: se valorizarmos a subida de Zaqueu, estaremos admitindo que a iniciativa para a salvação é do homem, e não de Deus. Isso é gravíssimo! Por quê? Porque é o Espírito Santo quem convence o pecador (Jo 16.8-11). O pecador está morto, espiritualmente (Ef 2.1). Como poderia tomar a iniciativa de chamar a atenção do Salvador para si? O Senhor dotou o ser humano de livre-arbítrio, mas, no que tange à salvação, a iniciativa é sempre de Deus (Jo 6.37; Mt 13.1-8; At 17.30-34).

Quarto: é um grave erro cantar essa canção como se fosse um louvor ou uma oração. Na vida espiritual, temos de prosseguir, e não retroceder (Hb 6.9; 12.14; Pv 4.18). Quando eu digo: “Como Zaqueu, eu quero subir”, estou reconhecendo que desejo ser como era nos tempos do mundo, antes de ter a certeza da salvação. Foi somente depois de ter entrado na casa de Zaqueu que Jesus lhe disse: “Hoje veio salvação a esta casa” (Lc 19.9). Aquele homem não era salvo nem estava desejoso de ser salvo quando subiu no sicômoro, apesar de os seus fãs acharem, erroneamente, que ele queria chamar a atenção do Senhor.

Quinto: quando o crente canta: “Entra na minha casa, entra na minha vida”, está reconhecendo que ainda não é salvo! Por quê? Porque o crente fiel é morada de Deus em espírito (Jo 14.23; 1 Co 6.19,20). O servo de Deus não precisa pedir para Jesus entrar em sua vida, a menos que esteja desviado. E não me venham, caros fãs de Zaqueu, dizer que tenho de respeitar a licença poética, pois tudo tem limite.

Sexto: segundo a Bíblia (não fui eu quem escrevi o Evangelho Segundo Lucas), Zaqueu subiu na figueira apenas para ver quem era Jesus. E o Senhor, olhando para cima, lhe disse: “Zaqueu, desce depressa, porque hoje me convém pousar em tua casa” (Lc 19.5). Não foi Zaqueu quem chamou a atenção de Jesus. Foi o Senhor quem teve misericórdia do pobre Zaqueu!

Sétimo: o que deve ser destacado na história do miserável pecador Zaqueu foi o fato de ele ter atendido o chamamento do Maravilhoso Salvador Jesus Cristo (Lc 19.6). Ao subir, com muita facilidade, Zaqueu era um pecador perdido; ao descer, encontrou-se de fato com o Salvador e tornou-se um pecador regenerado (Jo 3.3).

Oitavo: Zaqueu não disse: “Largo tudo pra te seguir”. Mas, se vocês, amargos fãs de Zaqueu, realmente estão convictos de que a canção em apreço é bíblica e cristã, é preciso deixar mesmo a vida de pecado. E lhes pergunto: Por que aquelas moças do grupo de forró, que (quase nuas) cantam “Faz um milagre em mim”, não largam tudo para seguir a Jesus? Será que elas desejam, de fato, deixar a vida de pecado? Ou apenas cantam porque acham a canção bonita?

Nono: não foi Zaqueu quem pediu para Jesus entrar em sua casa (Lc 19.5). Mas os fãs de Zaqueu preferem valorizar as obras humanas, esquecendo-se de que a salvação é pela graça de Deus (Ef 2.8,9). Foi o glorioso Senhor e Salvador quem entrou na casa de Zaqueu. Não somos nós quem o convidamos para entrar na nossa vida. É Ele quem bate à porta do nosso coração (Ap 3.20) e nos convida a receber a salvação (Mt 11.28-30; Ap 22.17).

Diante do exposto, amargos fãs de Zaqueu, não faço questão de que gostem de mim, pois não escrevo para agradá-los nem para irritá-los. Apenas escrevo para mostrar-lhes o que realmente está escrito na Palavra de Deus. E desejo, sinceramente, que, em vez de fãs de Zaqueu, vocês sejam seguidores do Senhor Jesus. Mas, para fazer isso, é preciso renúncia (Lc 9.23).

Respeitosamente,

Ciro Sanches Zibordi

Um comentário:

  1. Quer assistir canais de TV por assinatura www.tvdigitalnopc.com.br

    ResponderExcluir