RÁDIO ON LINE

Parceiros ou Seguidores, na Verdade AMIGOS

MARCADORES POR GRUPOS DE MENSAGENS

ON LINE

sábado, 6 de fevereiro de 2010

ESTE ESTUDO AQUI É MUITO POLÊMICO POR ISTO COLOQUEI AQUI, É MUITO IMPORTANTE A SUA OPINIÃO, DEIXE SEU COMENTÁRIO POR FAVOR, ESTE ESTUDO É DE MINHA AUTORIA

PRIMÍCIAS


Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. (João 3:16)



APRENDA:
SE DEUS NOS DEU O SEU MELHOR, TEMOS QUE DAR O NOSSO MELHOR A ELE.

A NATUREZA DO PRÓPRIO DEUS É INCLINADA A DAR, QUANDO VOCÊ DÁ, VOCÊ JÁ REVELOU A NATUREZA DE DEUS DENTRO DE VOCÊ

Honra ao Senhor com os teus bens e com AS PRIMÍCIAS de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares.”   Pv 3.9-10

“Mas BUSCAI PRIMEIRO o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.”  Mt 6.33.

O que são Primícias? “Primeiros frutos; primeiras produções; primeiros efeitos; primeiros lucros; primeiros sentimentos; primeiros gozos; começos, prelúdios”.
Primícias: hebraico - re’shiyth
primeiro, começo, melhor, principal, princípio, primeiro, parte principal, parte selecionada

Primícias: grego - archomai
ser o primeiro a fazer (algo), começar, ser o chefe, líder, principal, começar, fazer o come

AS PRIMÍCIAS E AS DISPENSAÇÕES

Veremos que as PRIMÍCIAS não são somente para o tempo da lei, mas para a dispensação da igreja também.
O que é dispensação?
Agostinho escreveu: "Distingui os períodos e as Escrituras se harmonizarão."
Várias tem sido as definições para uma Dispensação. Vamos conhecer algumas delas:
a) A famosa Bíblia do Dr. Scofield diz: "Dispensação é um período de tempo no qual a homem é testada na sua obediência em alguma revelação específica da vontade de Deus."
b) O grande, El Dicionário de La Santa Bíblia diz: "Dispensação é o plano de conduta de Deus para os homens."
c) O homem de Deus que esteve entre nós N .L. Olson diz: "Dispensação é um período moral ou probatório."
d) R.M. Riggs disse: "O arranjo ordenado e a classificação adequada da verdade Divina, que proporciona o estudo dos períodos Bíblicos ou Dispensações, nos evitará extraviar-nos e nos livrará de muitas confusões na interpretação Bíblica."

Podemos agora entender que Dispensações são períodos de tempo, com revelações dos procedimentos de Deus para com o homem. E da parte da homem, é exigida a obediência a revelação de Deus.
O propósito de Deus em cada dispensação é colocar o homem debaixo de uma regra de conduta. Entretanto o homem tem falhado, salvos os que creem na revelação Divina. (Hb 11.7)
Uma visão geral das Dispensações na Bíblia, nos leva a crer que elas se estendem desde a criação do homem até ao grande Trono Branco. A palavra Dispensação não aparece nos escritos do Velho Testamento. Ela é encontrada no Novo Testamento apenas quatro vezes, a primeira em (I Coríntios 9.17) e a última em (Colossenses 1.25).
As dispensações são: Inocência ou Edênica, Consciência, Governo Humano, Patriarcal, Lei, Igreja (também chamada Graça) e Milênio. Vamos abordar da primeira dispensação até a sexta que é a nossa.

ANTIGO TESTAMENTO

PRIMEIRA DISPENSAÇÃO: INOCÊNCIA OU EDÊNICA

A Bíblia começa com primícias Gênesis 1:1 ARA - No PRINCÍPIO, criou Deus os céus e a terra, logo depois do “princípio”, Gênesis 1:3 NTLH - Então Deus disse: —Que haja luz! E a luz começou a existir, a primeira coisa criada foi a LUZ(heb. ‘owr – significa iluminar, como que dar luz a instrução).

Gênesis 1:4 NTLH - Deus viu que a luz era boa e a separou da escuridão. Note que Deus já começou o manual de vida do ser humano com as primícias e “curiosamente” o Criador principia com a Luz e Moisés o escritor, dirigido pelo Espírito Santo, FAZ QUESTÃO DE REGISTRAR QUE DEUS SEPAROU a luz das trevas. Deus já no início fala que a luz que significa: conhecimento tem que andar separado, afastado, excluído da escuridão que significa: ignorância, como a Bíblia não traz meios termos, o que Deus já nos ensina no começo que quem não sabe, ou não quer saber sobre primícias, estará sempre afastado do conhecimento, pois tudo na vida depende do princípio das primícias.

Gênesis 2:4-8 NTLH­ - E foi assim que o céu e a terra foram criados, não haviam brotado nem capim nem plantas, pois o SENHOR ainda não tinha mandado chuvas, e não havia ninguém para cultivar a terra. Mas da terra saía uma corrente de água que regava o chão. Então, do pó da terra, o SENHOR formou o ser humano. O SENHOR soprou no nariz dele uma respiração de vida, e assim ele se tornou um ser vivo. Depois o SENHOR Deus plantou um jardim na região do Éden, no Leste, e ali pôs o ser humano que ele havia formado.

Este texto é riquíssimo, pois nos ensina que Deus é um Deus de primícias. Veja que estão enfatizados em negrito algumas partes destes versículos e queremos abordar um pouquinho sobre eles.
Note bem que está escrito NÃO HAVIA BROTADO, ou seja, tinha-se potencial, tinha sementes, tinham-se já espécies de plantas e capins, mas não haviam sido manifestadas ainda, por três motivos que são os que fazem nascer e brotar a semente: chuva, lavrador e cuidado, mas sobre este assunto falaremos muito quando entrarmos em ofertas voluntárias e alçadas.
Note também que a corrente de água ou neblina vinha da terra, água na Bíblia denota vida, prosperidade, potencial, purificação. E a Bíblia mostra que do lugar que saía esta corrente de água, Deus nos criou, simbolizando assim que já fomos criados com potencial para prosperar. Na ARA diz alma vivente, vivente no hebraico é “chay” que em uma de suas definições quer dizer fluente, frescor (referindo-se à água), por isso somos imagem e semelhança de Deus, pois fomos criados para sermos fluentes, constantes. 1 Coríntios 15:58 ARC - Portanto, meus amados irmãos, sede firmes e constantes, sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que o vosso trabalho não é vão no Senhor.

No final deste texto está escrito: o SENHOR Deus plantou um jardim na região do Éden, plantou no hebraico é: “nata‘”, que é literalmente plantar com as mãos, veja então que somente em 2 criações Deus “colocou” suas mãos, a saber, o homem e o jardim no Éden. E curioso que jardim do Éden quer dizer: jardim no hebraico é “gan“ que quer dizer área cercada e Éden no hebraico quer dizer: luxo, coisas delicadas, delícia, finuras , " prazer" , vamos então reler este final de versículo, o SENHOR Deus plantou uma área cercada para o prazer e delícias, Deus sempre quis e quererá que o homem tenha prazer, Ele deu ao homem uma área cercada, ou seja uma área protegida, lembra-se que Satanás falou a Deus sobre Jó? Jó 1:10 ARA - Acaso, não o CERCASTE com sebe, a ele, a sua casa e a tudo quanto tem? A obra de suas mãos abençoaste, e os seus bens se multiplicaram na terra. Que coisa linda, tudo o que Deus cerca é abençoado e multiplicado, e Satanás não pode entrar e estragar, mas no Éden o homem não reconheceu o princípio das primícias, vejam só: Gênesis 2:16-17 NTLH - E o SENHOR deu ao homem a seguinte ordem: —Você pode comer as frutas de qualquer árvore do jardim, menos da árvore que dá o conhecimento do bem e do mal. Não coma a fruta dessa árvore; pois, no dia em que você a comer, certamente morrerá.

Gênesis 2:9b NTLH - No meio do jardim ficava a árvore que dá vida e também a árvore que dá o conhecimento do bem e do mal. Meio no hebraico é Yavek que em uma de suas definições quer dizer: lugar de destaque, separar para si, ou seja, Deus separou para Si duas árvores, porém uma ele deu ao homem usufruir, mas a outra não era só dEle. O homem quando comeu o “fruto proibido”, na verdade ele tocou o que era de Deus, Aprenda isso: Aquilo que Deus separou para Ele, NÃO TOME PARA SI! Você estará tocando na honra de Deus.
Resumidamente aprendemos até aqui que Deus nos enche de bênçãos e para mantermos e multiplicarmos estas bênçãos precisamos honrá-lo não tocando no que é dele.

SEGUNDA DISPENSAÇÃO: CONSCIÊNCIA

As ofertas de Caim e Abel

       O diferencial encontrado nas ofertas de Caim e Abel está diretamente ligado à entrega das primícias. Muita gente acha que o erro de Caim foi trazer uma oferta dos frutos da terra, em vez de ofertar um cordeiro (tipo do sacrifício de Cristo). Esse não era o verdadeiro problema. A Lei das Primícias fazia com que cada um trouxesse os primeiros do seu trabalho, e a Bíblia nos revela qual era o trabalho de cada um deles: Abel foi pastor de ovelhas, e Caim, lavrador (Gn 4.2). Logo, as primícias de Caim teriam que ser do fruto da terra! A Bíblia diz que Deus atentou na oferta de Abel, a oferta correta. E a primeira menção das primícias nas Escrituras é encontrada justamente nesta oferta:

 “Aconteceu que no fim de uns tempos trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel, por sua vez, trouxe das PRIMÍCIAS do seu rebanho e da gordura deste. Agradou-se o Senhor de Abel e de sua oferta; ao passo que de Caim e de sua oferta não se agradou.”  Gn 4.3-5a

       Note que Caim trouxe sua oferta NO FIM DE UNS TEMPOS. Independentemente de quais tempos sejam estes a que a Bíblia se refira (tempo de colheita, de ofertas etc.), Caim não honrou a Deus com os primeiros frutos. A entrega das primícias é uma forma de reconhecer Deus em primeiro lugar. Por outro lado, deixá-lo para o fim significa não dar a Ele o primeiro lugar. E o Senhor não aceitou isto de Caim, como não aceita isto de nós hoje.
       Agora veja bem, se Caim não soubesse a forma correta de oferecer algo ao Senhor, não poderia ser culpado, mas ele sabia a forma correta de fazer. Vemos isto na conversa que Deus teve com ele depois de rejeitar sua oferta:

 “Irou-se, pois, sobremaneira, Caim, e descaiu-lhe o semblante. Então, lhe disse o Senhor: Por que andas irado, e por que descaiu o teu semblante? Se procederes bem, não é certo que serás aceito? Se, todavia, procederes mal, eis que o pecado jaz à porta; o seu desejo será contra ti, mas a ti cumpre dominá-lo.”  Gn 4.5b-7

O Senhor falou que Caim sabia que se procedesse bem seria aceito e que se procedesse mal o pecado estava à sua porta. Abel procedeu bem ao fazer de Deus o primeiro e trazer as primícias, enquanto Caim procedeu mal ao deixar Deus por último, para o fim.

Note bem agora que está escrito Agradou-se o Senhor de Abel e de sua oferta; ao passo que de Caim e de sua oferta não se agradou. Agradar-se no hebraico quer dizer “sha‘ah” que significa: considerar, Quando agimos de acordo com os princípios de Deus, Ele nos considera, e a grande verdade deste versículo é que a consideração de Deus para comigo é proporcional à minha consideração com as primícias, Gênesis 4:7 ARC - Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti?

TERCEIRA DISPENSAÇÃO: GOVERNO HUMANO

A PRIMÍCIA de Noé

Gênesis: 8:20-22 / 9:1 NTLH - E edificou Noé um altar ao SENHOR; e tomou de todo animal limpo e de toda ave limpa e ofereceu holocaustos sobre o altar. E o SENHOR cheirou o suave cheiro e disse o SENHOR em seu coração: Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem, porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice; nem tornarei mais a ferir todo vivente, como fiz. Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite não cessarão. E abençoou Deus a Noé e a seus filhos e disse-lhes: frutificai, e multiplicai-vos, e enchei a terra.

Quando lemos a história de Noé, vemos que uma expressão se repete várias vezes: E fez Noé conforme tudo o que o SENHOR lhe ordenara. E você vai notar que Noé é um grande exemplo de obediência, porém se lermos cuidadosamente a história de Noé veremos que a principal causa de receber promessas e bênçãos foi sua PRIMÍCIA, aprendo aqui com Noé que obediência sem iniciativa traz livramentos, mas obediência com iniciativa traz prosperidade, ou seja, se eu apenas obedecer a Deus eu vou ser livre de todo o mal, até do inferno, mas se eu além de ser obediente eu honrar a Deus com minhas primícias eu serei livre do mal e próspero. Note bem que até Noé sair da arca ele não havia desobedecido a Deus em nada e continuou bom tempo assim, mas Deus somente o livrou, quando o Senhor falava com ele, o assunto era só livramento, mas quando Noé ofereceu suas PRIMÍCIAS, pois foi a primeira coisa que Noé fez ao sair da arca, Deus não falou só de livramentos, mas fez um PACTO com Noé, criou uma nova lei moral e ABENÇOOU não só a Noé, mas seus descendentes também.

QUARTA DISPENSAÇÃO: PATRIARCAL

A PRIMÍCIA de Agar

Gênesis 21:15-19 NTLH - Quando acabou a água do odre, ela deixou o menino debaixo de uma arvorezinha e foi sentar-se a uns cem metros dali. Ela estava pensando: “Não suporto ver o meu filho morrer.” Ela ficou ali sentada, e o menino começou a chorar. Deus ouviu o choro do menino; e, lá do céu, o Anjo de Deus chamou Agar e disse: —Por que é que você está preocupada, Agar? Não tenha medo, pois Deus ouviu o choro do menino aí onde ele está. Vamos! Levante o menino e pegue-o pela mão. Eu farei dos seus descendentes uma grande nação. Então Deus abriu os olhos de Agar, e ela viu um poço. Ela foi, encheu o odre de água e deu para Ismael beber.

Agar conviveu com o homem de Deus, coabitou e teve um filho do homem de Deus, mas não se lembrou da promessa de Deus, Ismael não era a primícia de Abraão, mas era de Agar e no texto acima citado, mostra que ela “abandonou” as primícias e começou a se lamentar, mas Deus não ouve quem não dá atenção às primícias, por isso Deus ouviu o menino, ou seja, Deus sempre está de olho nas primícias. Aqui cabe muita exegese e não é este o meu objetivo, me estender aqui, mas cabe dizer que Deus só não deixou Agar morrer, pois Ele quer que aprendamos que quem tem que “lavrar e cultivar” as primícias somos nós, a partir do momento que ela resolveu voltar sua atenção a Ismael, sua primícia, Deus abriu os olhos dela e ela ouviu a confirmação da promessa e viu o escape de seu problema, ENTENDEU OU PRECISO EXPLICAR? (Risos).

A PRIMÍCIA de Abraão

Gênesis 17:20-21 NTLH - Também ouvi o seu pedido a respeito de Ismael; e eu o abençoarei e lhe darei muitos filhos e muitos descendentes. Ele será pai de doze príncipes, e eu farei com que os descendentes dele sejam uma grande nação. Mas a minha aliança eu manterei com Isaque, o seu filho, que Sara dará à luz nesta mesma época, no ano que vem.

A primícia de Agar era Ismael, mas de Abraão era Isaque. Deus quis de Abraão suas primícias, e provou a Abraão sobre suas primícias, mas por que Isaque e não Ismael era as primícias de Abraão? Ismael é um tipo da velha natureza e dos seus defeitos, enquanto que Isaque é o tipo da natureza da vida do crente. Nunca poderá haver comunhão entre ambas.

Ismael era fruto de uma relação fora dos planos de Deus, por isso não poderia ser bem vindo a Deus, Deus só quer as primícias daquilo que Ele mesmo deu daquilo que Ele mesmo planejou e realizou em você, Ismael não é a primícia de Abraão porque o nascimento de Ismael foi uma “forcinha” que Abraão e Sara quiseram dar a Deus, e Deus não precisa de ajudinha de ninguém e Ele quer ser glorificado em nossas vidas pelo que Ele fez e não por nossos feitos.

Com quem você fez sociedade? Perguntou a Deus se Ele queria? Qual é a ajudinha que você está dando pra Deus? Medite nisso.

Vamos agora ver sobre esta grande oferta de primícias, Primeiramente Deus ordena que Abraão lance fora Hagar e seu filho Ismael, por causa de Isaque, para logo em seguida pedir Isaque em sacrifício (v.1,2). Como compreender isso?

Ismael tinha que ficar longe de Isaque (Romanos 5:6 ARC - Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?), quando as pessoas erradas saírem de sua vida, coisas erradas deixam de acontecer.

Algumas coisas interessantes têm que ser abordadas neste tema, primeiro Deus pede Isaque em sacrifício, porque a partir de Isaque que é a primícia, o povo de Deus seria todo ele santificado, ou seja, o povo que descenderia de Abraão só seria abençoado e santificado se Abraão desse suas primícias Romanos 11:16 ARC - E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são.

Segundo por que três dias pra chegar até o local, por que não foi ali por perto?

Deus às vezes nos leva a passar por situações tão difíceis que a nossa única alternativa é recorrermos a Ele, por não haver alguém mais em quem possamos
confiar, ou seja, você já viu que quando se trata de primícias é difícil nós entendermos, se você está enfrentando problemas insolúveis, será que não é por que você está querendo entender e questiona a toda hora a Deus? As primícias Deus nos pede pra nós aprendermos a honrá-lo como provedor de tudo e mais do que isso, é pra nós honrarmos como o Soberano de todas as coisas, temos que acreditar que Deus quer através deste sacrifício abençoar todas as áreas de nossas vidas e de nossos descendentes. Por maior que fosse a dor que traspassava o coração de Abraão, ela encarou aquele ato como um ato de adoração a Deus. Gênesis 22:5 ARC - E disse Abraão a seus moços: Ficai-vos aqui com o jumento, e eu e o moço iremos até ali; e, havendo adorado, tornaremos a vós.

Terceiro; Deus se manifesta quando oferecemos nossas primícias, veja que Deus não permitiu que Abraão não matasse literalmente a Isaque, porque no coração de Abraão Isaque já estava morto, Abraão não o fez fisicamente porque Deus não deixou, por isso, Abraão foi extremamente abençoado, Isaque e até hoje a igreja verdadeira vive as bênçãos através das primícias de Abraão e por causa destas primícias nós podemos hoje reivindicar nossas bênçãos, oh glória a Deus! Gênesis 22: 11,12 ARC - Mas o Anjo do SENHOR lhe bradou desde os céus e disse: Abraão, Abraão! E ele disse: Eis-me aqui. Então, disse: Não estendas a tua mão sobre o moço e não lhe faças nada; porquanto agora sei que temes a Deus e não me negaste o teu filho, o teu único.

Jacó e as PRIMÍCIAS

Gênesis 32:24-28 NTLH - Jacó, porém, ficou só; e lutou com ele um varão, até que a alva subia. E, vendo que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa; e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele. E disse: Deixa-me ir, porque já a alva subiu. Porém ele disse: Não te deixarei ir, se me não abençoares.E disse-lhe: Qual é o teu nome? E ele disse: Jacó.Então, disse: Não se chamará mais o teu nome Jacó, mas Israel, pois, como príncipe, lutaste com Deus e com os homens e prevaleceste.

Jacó nos dá outra lição maravilhosa sobre as primícias, o sonho dele era se livrar do seu passado e viver uma vida de vitórias verdadeiras, mas pra essa mudança acontecer ele tinha que aprender o princípio das primícias, antes do vau de Jaboque, Jacó era interesseiro e enganador, veja como era interesseiro nosso patriarca Gênesis 28:20-22 NTLH - E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer e vestes para vestir, e eu em paz tornar à casa de meu pai, o SENHOR será o meu Deus; e esta pedra, que tenho posto por coluna, será Casa de Deus; e, de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo. O texto acima é todo condicional, nos mostra que Jacó só entregaria o dízimo se Deus primeiro fizesse coisas por ele, um barganhador, e ele foi assim um bom tempo de sua vida, porém quando ele decidiu mudar sua vida, Jacó teve um encontro com Deus, veja e preste bem atenção no texto que já fora citado acima, Gênesis 32:24-28, que só depois das primícias é que Deus fala e abençoa.

Para se livrar de seu passado de trapaças, de barganhas e derrotas ele teve que dar suas PRIMÍCIAS, quando o anjo viu que Jacó queria realmente ser abençoado, o anjo lhe ensinou o princípio das primícias, Gênesis 32:25 ARC - E, vendo que não prevalecia contra ele, tocou a juntura de sua coxa; e se deslocou a juntura da coxa de Jacó, lutando com ele. Ao olhar este texto não parece não nos dizer nada sobre primícias, mas para Jacó ele entendeu que o Anjo lhe revelou sobre primícias, por quê? A luta significa persistência na oração, Jacó queria sua vida mudada, mas lutava e lutava e aquele Anjo não falava nada, Jacó lutou a noite inteira e depois de insistir muito o anjo lhe tocou na coxa, coxa no hebraico é: yarek, que significa; base, lugar do poder de procriação, e isso é tremendo, no momento em que sua coxa é tocada e deslocada, Deus estava mudando toda a dinâmica do seu corpo (pois naquele momento Jacó andaria fisicamente diferente), Jacó entendeu tudo sobre primícias, pois todos daquele tempo sabiam que a coxa simbolizava a base e/ou princípio de tudo, ou seja depois de Deus tocar (que numa raiz primitiva significa “tomar posse”) na coxa de Jacó e note no texto que foi no começar do dia, ou seja no princípio da manhã, que Jacó foi abençoado, foi chamado de príncipe (tem direito ao que é do Rei) e seu nome foi mudado para Israel (Deus Prevalece).

Pra entendermos e aprendermos sobre primícias aqui, assim como Jacó, muitas pessoas tem lutado, e lutado, e orado, e orado e não consegue ouvir a Deus, mas Deus está dizendo que pra essa pessoa que persiste em buscar sua benção, Deus está dizendo, me dê suas primícias e eu te farei príncipe vencedor, e vou fazer prevalecer sobre todas as suas dificuldades.

Depois do vau de Jaboque foi a primeira vez que registra que Jacó levantou um altar a Deus, mostrando que ele aprendeu que temos que ofertar sempre e o melhor pra Deus, até então Jacó não havia levantado nenhum altar a Deus.

QUINTA DISPENSAÇÃO: LEI

O Povo de Israel e as PRIMÍCIAS

Não vou trazer aqui todo o estudo das primícias do povo de Israel senão vai se transformar num livro e o nosso propósito ainda não é esse, mas somente o que é necessário aprendermos que as primícias são para todas as dispensações.

Primeiramente vamos ver que Faraó estava retendo as primícias de Deus e a missão de Moisés era mostrar o castigo de quem toca nas primícias de Deus Gênesis 4:22 ARC - Então, dirás a Faraó: Assim diz o SENHOR: Israel é meu filho, meu primogênito, E eu te tenho dito: Deixa ir o meu filho, para que me sirva; mas tu recusaste deixá-lo ir; eis que eu matarei a teu filho, o teu primogênito.

Faraó por várias vezes quis reter as primícias de Deus e por dez vezes ele sofreu as conseqüências e depois destas dez vezes, finalmente deu a Deus as primícias, porém quando o povo de Israel (as primícias de Deus) foi para a sua jornada, Faraó resolveu reaver as primícias e o resultado foi a morte.

APRENDA:
NÃO RETENHA AS PRIMÍCIAS DE DEUS; SE VOCÊ PEGAR ALGO QUE DEUS NÃO TE DEU, DEUS VAI TOMAR ALGO DE VOCÊ QUE ELE MESMO TE DEU.

Deus deu a Adão o jardim do Éden e não a árvore do conhecimento do bem e do mal, mas Adão quis a árvore, perdeu o jardim, Deus deu a Sansão a unção e não a Dalila, preferiu a Dalila, perdeu a unção. No caso de Faraó Deus foi quem lhe deu a vida, mas Faraó quis pegar as primícias e Deus lhe tirou a vida. CUIDADO COM AS PRIMÍCIAS!

A questão das primícias sempre traz conseqüências espirituais, mentais, emocionais, volitivas, física e financeira. Honrar ao Senhor com a entrega delas traz bênçãos, mas brincar com Deus no tocante a isto gera juízo!

Êxodo 4:24-26 NTLH - Durante a viagem para o Egito, num lugar onde Moisés e a sua família estavam passando a noite, o SENHOR se encontrou com Moisés e procurou matá-lo. Aí Zípora, a sua mulher, pegou uma pedra afiada, cortou o prepúcio do seu filho e com ele tocou o pé de Moisés. E disse: —Você é um marido de sangue para mim. Ela disse isso por causa da circuncisão. E assim o SENHOR deixou Moisés viver.

Veja como Deus não é Deus de brincadeira e como é importante obedecer os seus princípios, neste versículos encontramos vários princípios de Deus, mas vamos falar só o que interessa para o nosso assunto no momento. Deus quando mandou a Moisés libertar Israel, Ele antes queria que Moisés vivesse aquilo que ele iria pregar, como que Moisés iria pedir para que Faraó desse as primícias de Deus se nem Moisés estava vivendo este princípio? Então Deus foi até ele e disse:”Vou te matar”, de imediato Moisés chama sua mulher Zípora e com certeza, explica o que é e o que significava a circuncisão, daí então sua mulher sendo midianita mesmo sem aceitar circuncida seus filhos e pela ignorância acusa seu marido, mas Deus tirou, anulou, cancelou a morte de Moisés. Moisés não poderia ser um libertador eficiente do povo de Deus sem que antes cumprir os mandamentos de Deus por completo.

Gênesis 12:1,2 ARC - E falou o SENHOR a Moisés e a Arão na terra do Egito, dizendo: Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano.

O primeiro mês aqui é chamado de Nisã (início do ano novo agrícola), que no nosso calendário corresponde aos meses março e abril, este é o período que os mestres judeus (rabinos) acreditam que foi a criação do mundo, outros dizem que foi este período que deu-se a civilização, é o mês que se é comemorado a principal festa de Israel, a PÁSCOA. Vejam só, tudo está intrinsecamente ligada ao começo, princípio, primícias.

Logo após instituir a Páscoa, Deus institui ao povo as primícias Êxodo 13:1,2 ARC - Santifica-me todo primogênito, o que abrir toda madre entre os filhos de Israel, de homens e de animais; porque meu é.

Por que o Senhor mandou fazer isto, qual era a razão? Ele explica logo a frente em Êxodo 13:14-16 ARC - Se acontecer que teu filho no tempo futuro te pergunte, dizendo: Que é isto? Dir-lhe-ás: O SENHOR nos tirou com mão forte do Egito, da casa da servidão. Porque sucedeu que, endurecendo-se Faraó, para não nos deixar ir, o SENHOR matou todos os primogênitos na terra do Egito, desde o primogênito do homem até ao primogênito dos animais; por isso, eu sacrifico ao SENHOR os machos de tudo o que abre a madre; porém, a todo primogênito de meus filhos, eu resgato. E será por sinal sobre tua mão e por frontais entre os teus olhos; porque o SENHOR nos tirou do Egito com mão forte.

Uma das razões das primícias é honrar a Deus pelos seus livramentos, Na verdade, quando protegeu e guardou os primogênitos dos filhos de Israel, Deus os comprou. Usando a linguagem bíblica, podemos dizer que o Senhor os resgatou e se fez dono deles. Dali em diante, todo primogênito era dele e a consagração ao Senhor era o meio de reconhecer isto.

Para ficar com os seus filhos, os pais deveriam resgatá-los de volta por meio das ofertas, mas ao consagrarem o primogênito, estavam santificando a Deus o restante de sua descendência. As primícias são sementes de bênçãos.

Porque Israel perdeu a batalha contra Aí? O que aconteceu de fato com Israel pelo pecado de Acã em Jericó? Vejamos: Jericó era a primeira cidade a ser conquistada em Canaã. Portanto, de acordo com o princípio das primícias, o despojo de guerra não era deles, e sim do Senhor

Josué 6:18,19 ARC – Tão somente guardai-vos do anátema, para que não vos metais em anátema tomando dela, e assim façais maldito o arraial de Israel, e o turveis, porém toda a prata, e o ouro, e os vasos de metal e de ferro são consagrados ao SENHOR; irão ao tesouro do SENHOR.

Os israelitas estavam proibidos de apropriar-se de qualquer coisa em Jericó. Os tesouros deveriam ir para o templo e as demais coisas (chamadas de coisas condenadas) deveriam ser destruídas. Traduções bíblicas como a versão Corrigida de Almeida, traduzem esta palavra como “anátema” passando uma idéia de que a razão pela qual não se poderia tocar naqueles bens de Jericó eram por ser malditos, mas a definição bíblica era de algo consagrado para a destruição. Poderia trazer maldição pela quebra de um princípio, mas não eram coisas malditas em si mesmas. Assim, como o primogênito da jumenta que não podia ser sacrificado e tinha que ser resgatado ou desnucado, assim também Deus especificou o que queria que fosse dedicado a Ele e o que fosse destruído. O importante não era achar um uso para aquelas coisas, e sim não tocar nas primícias do Senhor. E o exército de Israel obedeceu à ordem que lhes fora dada.

Josué 6:24 ARC - Porém a cidade e tudo quanto havia nela queimaram-no a fogo; tão-somente a prata, e o ouro, e os vasos de metal e de ferro deram para o tesouro da Casa do SENHOR.

Eles obedeceram o princípio de Deus sobre as primícias, menos uma pessoa, um soldado chamado Aça desobedeceu a ordem divina; Josué 7:1 ARC - E prevaricaram os filhos de Israel no anátema; porque Acã, filho de Carmi, filho de Zabdi, filho de Zerá, da tribo de Judá, tomou do anátema, e a ira do SENHOR se acendeu contra os filhos de Israel.

A conseqüência de se quebrar este princípio, foi que a bênção para as demais conquistas foi retirada de sobre Israel. Eles foram derrotados na próxima batalha que exigia muito pouco deles, pois a Lei das Primícias não foi obedecida. Quando se santificam ao Senhor as primícias de algo, santifica-se, também, o restante. Quando se rouba a Deus nos primeiros frutos, perde-se a sua bênção no restante. Romanos 11:16 ARC - E, se as primícias são santas, também a massa o é; se a raiz é santa, também os ramos o são.

Este princípio funciona em todas as áreas. Ao separarmos um tempo pela manhã para buscarmos a Deus, e oferecermos em nosso devocional as primícias do dia, estamos santificando o restante dele ao Senhor.

Acredito que as primícias e o dízimo deve ser nosso item número um no plano de contas do orçamento. Além de ser dado primeiro, deve refletir o fato de que Deus vem em primeiro. Quando honramos ao Senhor com as primícias de nossa renda, Ele também nos honra em nossas finanças.

Por outro lado, quando pensamos somente em nós mesmos, e não nos preocupamos com as coisas do Senhor, ferimos sua primazia e perdemos suas bênçãos. É o que ocorreu nos dias de Ageu, quando ele profetizou que o povo só se preocupava com suas casas enquanto a Casa do Senhor estava em ruínas. E justamente por colocarem-se a si mesmos em primeiro lugar e deixar Deus por último (ou de fora) é que perderam as bênçãos divinas.

Por que o povo de Israel morreu no deserto, ficando apenas Josué e Calebe daquela geração para possuir Canaã? Simples, o povo estava a quarenta anos no deserto e suas roupas não se gastavam, tinha comida de graça todos os dias, não passava calor porque deus mandava a nuvem pra cobrir o sol todos os dias, não passava frio porque a coluna de fogo os esquentavam à noite, pra que entrar na terra pra trabalhar?

O projeto de Deus não era o deserto, porque no deserto não nasce nada, como que o povo iria dar as primícias da terra se não possuísse a terra? Por isso Josué e Calebe ficaram de discipuladores da geração nova, para ensiná-los a conquistar. Quem não se importa com as primícias não é conquistador.

Elias e as PRIMÍCIAS

Esta pra mim é uma das maiores provas de que a primazia a Deus é muito sério, mas traz milagres extraordinários. Vamos dar uma olhada no contexto.

Elias falou que não iria chover na terra e nem cair orvalho até que ele pedisse a Deus chuva, então, após ele falar isto Deus o levou até o ribeiro de Querite (hebraico: Kariyth, que significa; cortar pra deixar no tamanho certo) e ali ele ficou um bom tempo, secou o ribeiro e Deus falou a Elias: 1 Reis 17:9 NTLH - Apronte-se e vá até a cidade de Sarepta, perto de Sidom, e fique lá. Eu mandei que uma viúva que mora ali dê comida para você.

Uma viúva, note que Deus não disse o nome da viúva e o maior problema não era esse. Sarepta era uma cidade na costa sul de Sidom, uma cidade fenícia muito rica, ela era muito desenvolvida e por ser muito rica levando-se em conta que naquela época as viúvas viviam de favor, Sarepta ou Zarefate era também conhecida como a CIDADE DAS VÍUVAS, porque todas as viúvas viviam de favores e quanto mais rica a cidade, mais viúvas migravam pra lá.

Deus só falou pra Elias que uma viúva iria o alimentar, agora imagine comigo Elias chegando de casa em casa e falando com inúmeras viúvas, quando as viúvas descobriam que aquele homem que estava pedindo água era Elias, eu creio que algumas delas queriam matar Elias, parece que vejo algumas delas dizendo ao homem de Deus: - Então é você o boca grande que trouxe a seca e ainda tem a cara de pau de vir pedir água, vai plantar batatas. Acredito que Elias deve ter batido em muitas casas de viúvas que ficavam ao redor da cidade, mas quando Elias vai chegando perto da porta da cidade, ele vê mais uma viúva e pede água, quando ele pede água, aquela viúva imediatamente vai e pega água ao profeta e Elias aprende com a viúva que não podemos perder oportunidades.

Ao contrário de todas as viúvas, esta viu a situação de um modo diferente, porque ela olhou para o profeta e pensou, este é o homem que falou que não ia chover e nem iria cair orvalho na terra e cumpriu-se tudo o que ele falou, e agora ele ta na minha casa, ele não sai daqui enquanto não falar nada a meu favor, oh glória a Deus! Esta mulher viu a oportunidade de Deus na vida dela e não deixou passar.

Elias o lhe propôs o desafio das primícias e ela ouviu e obedeceu; 1 Reis 17:11-13 NTLH - Quando ela ia indo buscar a água, ele a chamou e disse: —E traga pão também, por favor. Porém ela respondeu: —Juro pelo seu Deus vivo, o SENHOR, que não tenho mais pão. Só tenho um punhado de farinha de trigo numa tigela e um pouco de azeite num jarro. Estou aqui catando uns dois pedaços de pau para cozinhar alguma coisa para mim e para o meu filho. Vamos comer e depois morreremos de fome. Não se preocupe! —disse Elias. —Vá preparar a sua comida. Mas PRIMEIRO faça um pãozinho com a farinha que você tem e traga-o para mim. Depois prepare o resto para você e para o seu filho.

Parece loucura, como que pode uma pessoa tendo a última porção de comida para ela e seu filho magro, quase morrendo, faminta, triste, e ainda me aparece alguém falando para dar primeiro pra ele, que representava a Deus? É assim que Deus faz, se está em tempo de crises, glorifique, porque é nesse tempo que Deus faz grandes milagres, esta passagem mostra que Deus honra quem lhe dá as primícias. A viúva teria razão se ela dissesse um monte de verdades a Elias, afinal ela estava falida, à beira da morte, era viúva e seu filho necessitava daquele resto de comido, mas esta grande mulher preferiu ouvir o homem de Deus e honrou a Deus com suas primícias. HONRE A DEUS COM SUAS PRIMÍCIAS E VIVA O MILAGRE DA MULTIPLICAÇÃO NA SUA VIDA.

Na dispensação da Lei ainda existem vários exemplos de primícias, como Eliseu sarando as águas venenosa, 2 Reis 2:20 NTLH - Então Eliseu mandou: —Ponham um pouco de sal num prato novo e tragam para mim. Neemias quando à restauração dos muros e do povo, Neemias 7:35-37 ARC - E que também traríamos as primeiras novidades da nossa terra e todos os primeiros frutos de todas as árvores, de ano em ano, à Casa do SENHOR; e os primogênitos dos nossos filhos e os do nosso gado, como está escrito na Lei; e que os primogênitos das nossas vacas e das nossas ovelhas traríamos à Casa do nosso Deus, aos sacerdotes que ministram na Casa do SENHOR; e que as primícias da nossa massa, e as nossas ofertas alçadas, e o fruto de toda árvore, e o mosto, e o azeite traríamos aos sacerdotes, às câmaras da Casa do nosso Deus; e os dízimos da nossa terra aos levitas; e que os levitas pagariam os dízimos em todas as cidades da nossa lavoura. Enfim Davi, Ezequias, Isaias, Daniel, Sadraque, Mesaque, Abdenego...

SEXTA DISPENSAÇÃO: IGREJA (“GRAÇA”)

Mateus 6:33 ARC - Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.

Jesus aqui mostra a importância das primícias, temos que buscar com primazia as coisas do Reino, primícias e dízimos não faz parte de alguma dispensação, mas sim fazem parte do Reino, pois todo Reino tem suas garantias de arrecadação, e o Reino dos céus também tem, não que Deus precisa do meu dinheiro, mas é pra nós entendermos que o Reino de Deus é organizado e por isso tem a sua constituição com direitos e deveres, as primícias e os dízimos são estas arrecadações, quem negligencia as primícias bem como o dízimo, não entende de Reino e por isso não está no Reino, Mateus 12:21 ARC - Disseram-lhe eles: De César. Então, ele lhes disse: Dai, pois, a César o que é de César e a Deus, o que é de Deus.

Marcos 11:13,14 NTLH - Viu de longe uma figueira cheia de folhas e foi até lá para ver se havia figos. Quando chegou perto, encontrou somente folhas porque não era tempo de figos. Então disse à figueira: —Que nunca mais ninguém coma das suas frutas! E os seus discípulos ouviram isso.

Nesta passagem há um ponto interessante, pois a figueira produz muitos frutos duas vezes no ano, no final da primavera e no início do outono, Jesus foi até a figueira, porque quando esta árvore está com muitas folhas é sinal que os primeiros frutos estão nascidos, ou seja, quanto mais bonita (uma figueira com folhas é muito bonita) mais frutos novos, mas esta só era aparência, é claro que esta passagem faz alusão a Israel improdutiva, mas não podemos descartar que Jesus amaldiçoou a figueira, pois os seus primeiros frutos (primícias) não estavam ali para Jesus, só não entende e não aceita quem não quer ver.

1 Coríntios 16:2 NTLH - Foi pela fé que Abel ofereceu a Deus um sacrifício melhor do que o de Caim. Pela fé ele conseguiu a aprovação de Deus como homem correto, tendo o próprio Deus aprovado as suas ofertas. Por meio da sua fé, Abel, mesmo depois de morto, ainda fala.

Um sacrifício melhor do que Caim, isto mostra que o sacrifício de Caim não foi ruim, vamos dizer assim; “meia boca, bonzinho”, Abel entrou no rol dos heróis da fé porque ele deu as primícias a Deus, Abel não ofereceu outra oferta senão as primícias, muito importante isso e tem que ser frisado; Abel não ofereceu outra oferta senão as primícias e olha o final do versículo; mesmo depois de morto fala, ou seja, Caim matou seu irmão que honrava a Deus com as primícias, ou seja, o adorador pode morrer, porém a sua adoração não cala nunca, ao contrário ela fica pra ensinar, e Abel continua falando, HONRE A DEUS COM SUAS PRIMÍCIAS.

Gálatas 3:7-9 ARC - Sabei, pois, que os que são da fé são filhos de Abraão. Ora, tendo a Escritura previsto que Deus havia de justificar pela fé os gentios, anunciou primeiro o evangelho a Abraão, dizendo: Todas as nações serão benditas em ti. De sorte que os que são da fé são benditos com o crente Abraão.

Este texto mostra que somos filhos de Abraão pela fé, e o mais interessante dele é que Deus quando anunciou claramente este evangelho do Reino foi logo depois de Abraão ter oferecido suas primícias (Isaque), que está escrito em Gênesis 22:17,18, Deus mostra claramente que as primícias nos revelam o as boas novas do Reino.

Temos que nos libertar de pensamentos e argumentos que vão contra o conhecimento de Deus para sermos liberais em dar. Melhor é dar do que receber.

LEMBRE-SE:
QUANDO VOCÊ DÁ AS PRIMÍCIAS, VOCÊ ESTÁ DANDO PROVA QUE DEUS VIVE DENTRO DE VOCÊ, POIS OFERTAR É A ÚNICA FORMA DE AMOR

Um comentário:

  1. TV Digital com 500 canais sem mensalidade www.tvdigitalnopc.com.br

    ResponderExcluir